Be the best version of you

Mais uma quarta-feira, mais um novo post aqui no blog. No entanto desta vez não são dicas de moda, tendências, maquilhagem nem nada parecido. É uma dica sim, mas uma dica pessoal: Sê a melhor versão de ti mesma! Tal como nos diz a minha nova t-shirt que vos mostro no look desta publicação. Eu até tinha pensado usar estas fotografias para um artigo a falar sobre o preto porque é uma cor que nunca passa de moda, contudo decidi que não o faria e deixaria isso pra outro look que há de surgir. Hoje quero mesmo falar da mensagem que esta t-shirt nos passa.
Esta frase fez-me pensar, pensar muito na verdade. Desde o momento em que a vi que o recado faz eco na minha cabeça, repete-se vezes sem conta. Ela gerou mil perguntas na minha cabeça... Ser a minha melhor versão? Porquê? Para quem? Quando? Onde? Qual é a minha melhor versão? Com o passar dos dias, e depois de muito pensar nisto, tive algumas respostas. E tanto a melhor parte como também a pior parte de as ter encontrado foi porque me fizeram ver que todos os meus 24 anos foram vividos da maneira errada e mal aproveitados.
Ser a minha melhor versão, significa, a meu ver, que devo ser a pessoa que sinto que sou e não aquela pessoa que o mundo e a sociedade querem que eu seja, devo ser a versão de mim que vive em função e em sincronia com os meus ideais e convicções. Devo ser a pessoa que me faz sentir feliz e realizada. Isto sim é ser a minha melhor versão. E isto é o que estou agora a aprender a ser. Cansei de tentar ser aquilo que eu via que as pessoas à minha volta queriam que eu fosse.
Não quero ser a Sra. Dra. que muitas vezes a família esperou que eu fosse, não quero ser porque não me realiza, não me satisfaz, não me faz feliz.
Não quero ser mais uma em saídas à noite, a beber e a esquecer noites supostamente memoráveis porque simplesmente vê que é isso que os amigos do seu suposto círculo de amigos faz e esta seria uma forma de ser aceite e integrada no grupo. Não quero, não concordo, não me identifico.
Não quero ser aquela pessoa que convive com outras que não a respeitam porque tenho de ser eu a respeitar os outros. Não quero. Não sou hipócrita e não quero fingir gostar de alguém de quem na verdade não gosto. Não consigo respeitar quem não me respeita. Serei cordial por respeito às pessoas que amo e essas sim respeitam-me e como tal merecem o meu respeito. Mas serei cordial dentro daquelas que são as minhas convicções pois também não vou acatar tudo em troco de desprezo, e mal criadagem.
Não quero ser uma blogger igual a tantas outras que apenas querem mostrar roupas caras, carteiras caras e tantos produtos caros. Quero sim ser uma futura blogger que partilha a vida real da maioria das portuguesas que opta por gastar menos nessas coisas porque há toda uma vida para gerir, pagar e garantir.
Quero ser a primeira razão da minha própria felicidade. Quero ser o meu motivo de orgulho. Quero ser o meu amor maior.
Isto foi o que percebi significar "Be the best version of you". Eu quero ser aquilo que gosto de ser, aquilo com o qual me identifico. Só lamento não ter percebido isto uns anos mais cedo. Ainda assim, nunca é tarde!
E tu? Consegues ser a tua melhor versão? Conta-me tudo!

xoxo by fashion for womens