Afinal tenho um e oitenta

Algumas nós, por vezes gostávamos de ter mais alguns centímetros, verdade? O que não é possível, nem com adubo nem mesmo fermento que nem bolinho caseiro saído do forno das nossas avós. Ainda assim, há truques que podemos usar e fazer crer que somos um niquinho mais altas.
As dicas que vos trago hoje não são apenas para criar esta ilusão nas fotografias como muitas vezes encontramos pelo mundo da internet, mas sim no dia-a-dia, olhos nos olhos. Todas sabemos que com a ajuda da moda podemos criar as maiores ilusões de ótica. Podemos parecer mais magrinhas ou mais gordinhas, pertencentes a uma classe social mais alta como mais baixa como também podemos enganar na nossa altura e acrescentar ou reduzir alguns centímetros.
Então, hoje trago algumas coisas que podemos fazer de forma a parecermos um pouco mais altas tirando proveito da nossa própria fisionomia como usando peças de roupa que para dar essa mesma ilusão.
Posto isto, o melhor mesmo é começar com as dicas de hoje!
DICA 1 – PONTOS DE EQUILÍBRIO
A primeira dica que vos vou falar envolve a nossa fisionomia e o que podemos fazer para tirar o melhor proveito do nosso próprio corpo para criarmos esta ilusão. Para isso vamos precisar de uma fita métrica. Já a tens à mão? Vá! Vai lá buscar uma à caixa de costura e volta para continuar a desvendar estes pequenos truques. Se não tens uma fita métrica podes também usar uma régua ou qualquer outra coisa com que consigas fazer medições. E agora que já tens aí a tua fita métrica, ou outra coisa qualquer, podemos descobrir quais são os teus pontos de equilíbrio.
Pontos de equilíbrio? No nosso corpo? Como assim? Pois é, com poucas medições no nosso rosto e busto conseguimos encontrar alguns pontos-chave que nos vão fazer ficar bem mais harmoniosas ao olhar e por consequência vamos obter uns centímetros extra que é o nosso objectivo neste post.
Para medir o primeiro ponto precisas de colocar a ponta da tua fita métrica na raiz do teu cabelo logo acima da testa e medir até ao queixo. Guarda essa medida. No meu caso são 12 cm. De seguida vais medir essa mesma medição desde o teu queixo e ver em que ponto do teu colo do peito fica a medida igual. Ao encontrares esse ponto tens o teu primeiro ponto de equilíbrio. Mas para que serve saber isso? Esse ponto marca onde deves usar, por exemplo, um decote e continuar com uma aparência harmoniosa sem que todos os olhares caiam no decote, mas sim no conjunto total entre rosto e busto de forma elegante e quase que melodiosa.
No caso de usares um decote mais baixo, ou seja, mais decotado, ou o contrário como o caso de uma meia gola ou até gola alta, aconselho que uses um fio ou colar que vá bater nesse ponto de equilíbrio para que não se perca a estabilidade e proporcionalidade.
Contudo, eu falei em dois pontos de equilíbrio, e ainda só encontramos o primeiro. O segundo ponto vai servir para os casos em que estamos a usar um decote no primeiro ponto de equilíbrio e ainda assim queremos colocar um colar ou fio. Desta vez o adereço irá bater no segundo ponto, que será um pouco mais acima.
A medição que se segue agora irá desde o cantinho do nosso olho até à linha do queixo, esta será repetida de lado no nosso braço desde a curvatura do nosso ombro para baixo. No meu caso são cerca de 5 cm. Criando uma linha imaginária que atravessa o colo do peito ficamos a saber onde podemos pôr o nosso colar ou qualquer outro acessório, como por exemplo, um alfinete.
Qualquer um destes pontos, também pode ser usado como guia para o corte de cabelo tornando todo o conjunto muito mais gracioso e coerente. No entanto, atenção, isto são apenas meras dicas, cada um é livre de usar aquilo que quer e gosta.
Se for preciso escolher entre um dos pontos de equilíbrio é sempre melhor dar primazia ao primeiro ponto.
DICA 2 – CABELO ESTICADO
Esticar, alisar o cabelo é outra das várias dicas que tenho para vocês se quiserem parecer ter uma alturinha a mais. O facto do cabelo estar liso vai fazer com que pareçam mais fininhas e por isso também mais altas. Caso também ajude, o cabelo liso dá também a sensação de que somos mais magrinhas, sabias?
DICA 3 – SAPATOS NUDE
Não são só os saltos altos que nos fazem crescer, óbvio que fazem, sim, mas a cor dos sapatos também pode influenciar muito. Como tal uns sapatos nude e de bico fino, preferencialmente stiletto para não "quebrar" o pé como linhas, tiras, ou outras distrações, são perfeitos para dar este alongamento perfeito. Mas atenção, não basta ser um nude até porque nudes há muitos, convém ser o adequado ao nosso tom de pele e cada pessoa tem o seu próprio tom. O facto do sapato se assemelhar à nossa cor de pele vai ficar como se fosse o prolongamento do nosso corpo e por isso dar a ideia de sermos um pouco maiores. Além, claro, que deixa qualquer pé mais gracioso e até ligeiramente mais fino pelos traços elegantíssimos do próprio sapato.
DICA 4 – CALÇAS PANTALONAS
As calças estilo Pantalonas são ideais para um look mais alongado. Para este efeito é aconselhado que sejam de cintura subida e que tape mesmo os pés. Todas estas características vão fazer crescer, e muito, as nossas pernas. Ficamos quase que automaticamente, com 1,80m. Se se optasse por umas calças estilo Culotes o efeito seria exactamente o oposto, ia achatar muito a perna e por isso reduzir muito a nossa imagem. Mais uma das vantagens das calças Pantalonas é que também vão fazer com que pareçamos mais magrinhas devido ao corte recto que tapa curvas que não queremos realçar.
Se quisermos usar outro tipo de calças, um que mostre o tornozelo, estas devem ser justas para realçar a parte mais estreita do nosso corpo, que é de facto o tornozelo e devemos complementar com o tal stilettonude para não "cortar" e por isso achatar. É preciso ter em conta que ao usarmos calças com tornozelo subido vamos estar a diminuir as nossas pernas e por consequência, fazer com que aparentemos mais baixinhas.
No caso de se querer usar botas ou botins, é preciso ter em conta o equilíbrio do corpo e para obter os melhores resultados, devemos deixar um pouco de perna à vista seja com calças ou até mesmo saias como podemos ver nas minhas fotografias no fim do artigo.
DICA 5 – ROUPAS OVERSIZE
Para quem gosta de usar roupas oversize, umas sobre as outras precisa ter uma especial atenção ao equilíbrio do corpo porque, se apenas chegarmos ao armário escolhermos e jogarmos num conjunto oversize, o que vai resultar é um saco de batatas com 1,50m de altura. Este não é o objectivo do artigo. Nós queremos é alongar. E para isso, o truque está em usar algum acessório que marque e defina a nossa cintura para adelgar e por consequência alongar o nosso corpo.
DICA 6 – LOOKS MONOCROMÁTICOS
Chegamos à minha loucura! Eu amo looks monocromáticos! Amo! Aliás, é mesmo este o exemplo que estou a usar nas fotografias deste artigo não é verdade?
Os looks monocromáticos são as cartadas da vitória para uma aparência bem mais alta! Além disso é super fácil de conjugar porque nem há aquela chatice de ver se uma cor combina com outra. É aquilo e aquilo mesmo! Não tem muito que saber. Apenas é preciso conjugar formas e texturas.
Eu optei por um look todo preto. Mas isso foi hoje porque sim, porque foi o que me apeteceu. Adoro um look total white ou mesmo todo rosinha ou vermelho. Não importa a cor. O indispensável é ter em atenção o tom de cada peça. É essencial, para um look monocromático, que seja tudo no mesmo tom. Sim, é possível jogar com vários tons da mesma cor, mas aí já não estamos a alongar o corpo, como é agora, o nosso propósito. Se o quisermos fazer sem diminuirmos a nossa altura, devemos sempre colocar o tom mais claro na parte de cima do corpo e a mais escura na parte de baixo, por exemplo: Uma camisola castanha escura com umas calças creme, bege.
Outra coisa a não fazer nestes casos, é usar um cinto de outra cor com detalhes de cor ou tonalidade diferente. No meu caso, nas fotografias abaixo, se usasse um cinto convinha que este fosse tal como o resto do look, todo preto, sem metais, sem nada, apenas preto. Isto porque, ao colocarmos ali, no meio do nosso corpo, um detalhe de outra cor, este iria destacar e por consequência "cortar o nosso corpo em dois".
DICA 7 – CASACOS
A escolha do casaco certo também vai marcar uma imensa relevância no nosso objectivo. As melhores opções passam pela escolha entre um casaco que fique pela altura do joelho ou mais comprido ainda, ou então um casaco que fique pela altura da nossa cintura. Ao optarmos por uma destas duas opções estamos a garantir que não estamos a fazer cortes em zonas indesejadas que ao invés de nos fazerem parecer mais altas iriam fazer o contrário.
DICA 8 – A CARTEIRA
É verdade! Até a carteira que usamos pode influenciar nesta ilusão de ótica que estamos aqui a criar. Parece brincadeira, mas na verdade não é, é mesmo real! Eu já provei desse veneno!
Então o truque está em usar uma carteira entre os tamanhos pequeno e médio. Isto porque, se usarmos uma carteira grande vai ser: carteira com pessoazinha. Já se for uma carteira pequena fica: pessoa com carteirinha. Soa ou não soa muito melhor? É tudo uma questão de proporções, uma pessoa pequena combina melhor com uma carteira pequena. Assim criamos uma harmonia incrível para connosco.
Bem, estas foram as minhas dicas para que haja gente com aparência mais alta e assim pessoas mais confiantes e com mais atitude! Espero que vos ajude muito!
Fiquem agora com as fotografias deste meu look monocromático, um total black, que usei para aproveitar esta manhã incrível de Sábado. Pena não continuar neste look, mas hoje é dia de fotografar mais uns quantos looks para depois vos poder mostrar!
Bom fim de semana para todas!!!
Não se esqueçam de subscrever e de comentar com as dicas que de certeza vão passar a usar!

xoxo by fashion for womens